::Seja bem-vindo aos Guerreiros da Águia::

PDFImprimirE-mail


img_index_pq


 "...E A PORTELA TEM QUE RESPEITAR..."

Todo guerreiro ja ficou com medo de entrar em combate.

Todo guerreiro já perdeu a fé no futuro.

Todo guerreiro já trilhou um caminho que não era dele.

Todo guerreiro já sofreu por bobagens.
...
Todo guerreiro já achou que não era guerreiro.

Todo guerreiro já falhou em suas obrigações.

Todo guerreiro já disse "SIM" quando queria dizer "NÃO".

Todo guerreiro já feriu alguém que amava.

Por isso é um guerreiro; porque passou por estes desafios, e não perdeu a esperança de ser melhor do que era.
"E verás que um filho teu não foge a luta"

Paulo Coelho
                             

                            Torcida Guerreiros da Águia - a Pioneira da Sapucaí!

                                  11 anos de dedicação a Majestade do Samba!


      banner_helio_ricardo"Clara: Viva entre Nós!"


“Seu brilho parece um sol derramado, um céu prateado, um mar de estrelas / Revela a leveza de um povo sofrido, de rara beleza, que vive cantando profunda grandeza”...

Os versos da canção “Ijexá”, de Edil Pacheco, parecem perfeitos, também, para descrever aquela que emprestou sua voz para defender tão sublime canção.

Clara Nunes, nossa Clara Guerreira que dá nome e inspira a torcida GUERREIROS DA ÁGUIA, completaria, neste 12 de agosto, 71 anos de idade, se viva fosse.

Viva não está. Mas morta também não se pode dizer que esteja. E não se trata de licença poética ou força de expressão. Talvez, sim, Clara Guerreira esteja morta para aqueles que a evidenciam como o corpo de linda mulher sepultado no cemitério São João batista, zona sul do Rio de janeiro. Talvez, sim, Clara esteja morta para aqueles que visitam sua cidade natal, Caetanópolis (outrora chamada Paraopeba, confusão dessas!) nas Minas Gerais, sentindo falta de seu sorriso e de sua presença no lugar onde nasceu. Talvez, sim, Clara esteja morta para os que a buscam nos palcos de teatros e casas de show - em particular do teatro que leva seu nome, propriedade exclusiva da cantora. Nas rodas de amigos, nos bate-papos...quem não sentiria a falta da doce e iluminada figura da linda Clara?

Existe, porém, um lugar único e indevassável onde a presença de Clara, o amor por sua figura cândida e o carinho da menção de seu nome perpetuaram-se e a fizeram permanecer viva. Como numa dimensão espaço-temporal irrestrita, existe sim, um lugar onde a morte não atingiu Clara Nunes, onde ela permanece viva, linda, inalterada, celebrada por sua legião de fiéis e admiradores.

Esse lugar chama-se PORTELA. Reitero: não é força de expressão nem exagero assim dizer. Na quadra da Portela, independente do busto ou do lindo pôster atraindo atenções em um dos camarotes da escola, Clara sobrevive e sempre sobreviveu: cantam suas músicas, falam seu nome, usam roupas e enfeites de conchas como os seus, citam-na como se ela ali estivesse o tempo todo, presente. Clara tem memória viva na Portela de forma acima do normal: a Portela é uma escola que preserva seus baluartes, suas referências. E Clara eternizou-se de tal forma que vemos, hoje, gerações de jovens, adolescentes e crianças falando de sua arte como se a tivessem contemplado, mesmo sendo extemporâneos à sua vasta contribuição à nossa arte popular.

Então, neste 12 de agosto de saudade, Clara não parece tão distante a nós, portelenses, frequentadores da quadra, integrantes da comunidade de Oswaldo Cruz e Madureira..."


"...Um dia, o Ser de Luz derramou-se como um sol que se extingue, iluminou o céu, abriu o mar para fazer passar a saudade. Mas deixou conosco a certeza de que cantou a alma e a emoção do povo brasileiro como nenhuma outra. Descalça na simplicidade de sua gente, coberta de ouro na riqueza de sua bondade.

Hoje, a GUERREIROS DA ÁGUIA lembra que, em seu nome de torcida, congrega duas forças interligadas: a eterna luz da Clara Guerreira e a paixão arrebatadora pela Majestade do Samba.

Não mais cantaremos “Adeus, meu sabiá, até um dia”!

Antes cantaremos “Até já, sabiá”, pois sabemos que, no próximo ensaio de quadra, estaremos próximos de você, de sua arte, de sua memória, no seio da escola que amamos e que você ajudou a se tornar tão bela como nenhuma outra pode ser.

Então, me espera, Clarinha Claridade...já tô indo...a calça branca e a camisa azul sobre a cama...o orgulho de ser Portela no coração...eu chego já na quadra, e te dou os “parabéns”, porque “muitos anos de vida” serão poucos para celebrar aquela cuja voz “tem um mistério que bate no coração / força de uma canção que tem o dom de encantar”...

           

                                            TORCIDA GUERREIROS DA ÁGUIA
                                                 A PIONEIRA DA SAPUCAÍ

  Leia Mais.   


                                                            

gif_destaque

2015: '"ImagináRIO - 450 janeiros de uma cidade surreal"

"O carnavalesco Alexandre Louzada, que continua na escola, disse que o surrealismo é o que o inspira para desenvolver o tema.

"Eu creio que desde a chegada do europeus aqui, o impacto provocado pelas paisagens que eles viram deve ter dado asas ao imaginário de cada um deles, e, assim, com o passar dos tempos, seja por seus contornos geológicos ou pelas transformações traçadas pelo homem, o Rio é uma cidade que inspira as artes, a música, a poesia e influencia o cotidiano de quem visita ou vive na cidade. Tudo é surreal aqui, seja pela paisagem, pelo clima e pelo jeito de viver do carioca. A própria alegria do povo é surreal. Portanto, na magia que nos permite cada viagem carnavalesca, na minha imaginação, vou ?convidar? o grande mestre Salvador Dali a vir comigo e, junto com os bambas da Portela, imaginar o Rio", explicou.

Louzada ainda disse que o próximo passo será discutir com o diretor de Carnaval da azul e branca, Luiz Carlos Bruno, e com os integrantes do departamento de Carnaval da agremiação, sobre os rumos que serão tomadas para o desenvolvimento do enredo.


Fonte: www.carnavalesco.com.br


paulinho_viola_homenagem Portela Transparente!

Serginho Procópio, que integra a Velha Guarda da Portela, disputou o cargo com Nilo Figueiredo, que já estava no comando da escola desde 2005 e tentava a reeleição. Procópio conquistou 154 votos e Nilo, 151. Oito votos foram nulos.

Logo após o anúncio do resultado, Procópio disse, chorando, que sente uma "emoção incomparável" em seu coração e vai pensar nos próximos passos à frente da azul e branca de Oswaldo Cruz e Madureira. Ele destacou que é um momento único e uma conquista maravilhosa, porque viu seu pai tocar na escola e agora assume o cargo de presidente da agremiação que carrega milhões de seguidores e apaixonados.

Antes das eleições, Serginho destacou que, caso saísse vitorioso, ia prezar pela "transparência", tanto que sua chapa foi batizada de "Portela Verdade". "Todos os portelenses saibam tudo que está entrando na escola e o que está saindo", destacou ele.

Fonte: www.srzd.com.br



  
::NOTÍCIAS::

-Com o enredo: ''Um Rio de mar a mar: do Valongo à glória de São Sebastião" A Majestade vem para disputar o título... Leia Mais.

- PORTELA ABRE INSCRIÇÕES PARA ALA DA COMUNIDADE!...Leias Mais


Banner